Aba 1

Postado em 30 de Janeiro às 16h52

Sede Figueira celebra jubileu de ouro da Romaria de N. Sra. de Lourdes

Geral (2)

Uma comunidade movida pela devoção à Nossa Senhora

As romarias e peregrinações populares são uma forte marca em nossa Diocese. A fé e a devoção do povo, alimentadas sobretudo nas romarias, são um legado passado de pais para os filhos. O Distrito de Sede Figueira é um desses exemplos, sendo uma das maiores comunidades do interior de Chapecó, com cerca de 360 famílias. Também ali situam-se uma das Romarias mais antigas da Diocese: a Romaria em honra a Nossa Senhora de Lourdes, na Gruta de Sede Figueira. Neste ano a Romaria será realizada no dia de N. Sra. De Lourdes, 11 de fevereiro. O espaço que antes mantinha viva apenas a devoção dos fiéis da comunidade, hoje atrai milhares de romeiros anualmente, vindos da região Oeste e Extremo Oeste catarinense e até mesmo de outros Estados.

Uma das fundadoras da comunidade, dona Maria Isolina, recorda que quando chegaram à região, vindos do Rio Grande do Sul, os “buracos” da gruta causavam medo aos então 23 moradores, entre crianças e adultos. Com o tempo e o conhecimento, o espaço que hoje é a Gruta tornou-se um ponto de referência para as orações da comunidade, sendo que, graças a essa fé, dona Isolina recorda três graças que presenciou e que tornaram aqueles “buracos” na Gruta de Nossa Senhora de Lourdes.

A primeira graça foram os cinco filhos nascidos na família de Aldo Pelissari, cuja esposa já havia sofrido três abortos antes das orações e, segundo os médicos, poderia morrer se tentasse engravidar novamente. A segunda graça foi a melhora de Maria Neli Giraldini que, aos 14 anos, passou por uma forte anemia após iniciar os estudos para vida religiosa. A mãe da jovem prometeu que se a filha se tornasse religiosa colocaria na gruta a imagem de Nossa Senhora de Lourdes e de Santa Bernardete, tendo cumprido a promessa no dia 29 de janeiro de 1954, quando Maria se tornou Irmã Maria Neli. A terceira graça foi a volta da visão da mãe de Isolina, logo após a novena feita pela comunidade.

Para Elisandra Casarotto, líder da comunidade, “esses três primeiros milagres que aconteceram aqui são muito valiosos para nossa história, porque eles passaram a dar visibilidade e credibilidade para algo que estava só na dimensão da fé. Passou-se a ter certeza de que Nossa Senhora estaria sempre aqui intercedendo por nós”.

“O local é um ponto de aproximação com o que se busca. O ambiente da Gruta é muito favorável a esse encontro pessoal e místico com o divino. A imagem de Nossa Senhora, a água da cachoeira, as imagens que estão lá, a natureza, tudo isso cria um ambiente favorável e as pessoas, que já vão lá com esta intenção de fazer ou pagar promessa, vão bem sugestionadas ao encontro e isso favorece e muito. Cria um espaço de encontro.”

Pe. Pasqualino Toscan, pároco da RP Norte da Paróquia Santo Antônio
“Ela é carregada de um simbolismo. Mesmo pessoas não crentes, creio que não conseguiriam permanecer indiferentes ao local. É um local reservado, em meio à natureza, mas é impossível não reconhecer que existe algo diferente, e este algo diferente nós chamamos de presença de Deus.”

Pe. François Cousseau, pároco da Catedral Santo Antônio
A maior concentração de pessoas ocorre nesta Romaria anual, que neste ano será celebrada no dia de Nossa Senhora de Lourdes, 11 de fevereiro, data que marca a primeira aparição da Virgem Santíssima na cidade de Lourdes, na França, em 1858. Durante a Romaria o número de fiéis já chegou a 5 mil pessoas, mas as visitas ao local são realizadas diariamente em qualquer época do ano.

#Dica: Documentário “Em Nome da Glória”, de Jonas Bianchi

“Em Nome da Glória” conta a história do surgimento da Gruta de Nossa Senhora de Lourdes. O documentário apresenta a história narrada por fundadores, desde a descoberta do local até a transformação em um ambiente de oração. Além disso, expõe o quanto o local é importante para a comunidade que a abriga e apresenta testemunho de graças que foram alcançadas pela intercessão de Nossa Senhora de Lourdes, a santa padroeira da Gruta, e que agregam consideravelmente no fortalecimento da fé das pessoas que frequentam o local.

Acesse e assista aqui: http://bit.ly/EmNomeDaGlória

Veja também

“República não é algo pronto, exige a participação e cuidado dos cidadãos em cada época”, diz dom Leonardo Steiner14/12/17 Nesta quarta-feira, 15 de novembro, celebra-se os 128 anos de proclamação da República. O secretário-geral da CNBB, dom Leonardo Steiner, concedeu entrevista à equipe de assessoria de imprensa sobre o significado da data. A República Brasileira foi proclamada como resultado de um levante político-militar que deu ao Brasil a forma republicana federativa......
Transferências dos Padres Religiosos para 201830/01 No decorrer da história de nossa Igreja diocesana são louváveis a presença e o serviço da vida religiosa. Atualmente, das quarenta paróquias da Diocese, quinze são coordenadas por religiosos/as. Para 2018, os......

Voltar para Notícias