Aba 1

Postado em 14 de Novembro de 2017 às 14h24

Mês da Bíblia

Mensagem (3)
Diocese de Chapecó/SC “Armazenar” a Palavra de Deus logo de manhã para ir “ruminando-a” durante todo o dia... A Bíblia é o santo livro que nos ensina os passos para uma boa romaria rumo à...

“Armazenar” a Palavra de Deus logo de manhã para ir “ruminando-a” durante todo o dia...

A Bíblia é o santo livro que nos ensina os passos para uma boa romaria rumo à plenitude da vida. No percurso de uma vida há dias e noites, luzes e trevas, sol e chuva, nascimentos e mortes, amores e ódios, dores e alívios, conflitos e paz, aberturas e fechamentos, alegrias e tristezas... No caminho humano há uma palavra especial que é luz e contribui para que as experiências negativas ou de amarguras não se cristalizem.

Esta palavra especial é aquela comunicada por Deus à humanidade. É a palavra revelada. Trata-se de uma palavra chegada até nós por uma inspiração divina. “As coisas divinamente reveladas, que encerram por escrito e se manifestam na Sagrada Escritura, foram consignadas sob inspiração do Espírito Santo.” (Dei Verbum, 11)

A Bíblia contendo a Palavra de Deus, hoje, está nas mãos de todas as pessoas que desejam ter um caminho iluminado. Muitos leem as Sagradas Escrituras. As crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos têm oportunidade de tomarem em suas mãos este livro santo. Multiplicam-se as reuniões onde a Bíblia é lida e meditada. Esta leitura é aconselhada a ser cada vez mais orante, pois a oração torna a pessoa mais habitada por Deus e consequentemente mais compreensiva do mistério humano.

A Palavra de Deus é a luz que ilumina o discernimento de valores e o agir humano. Sem ela dificilmente alguém conseguirá perdoar e rezar por quem o caluniou e amar quem lhe ofendeu. As lições do Evangelho nos fazem descobrir a beleza do amor gratuito, a paciência no sofrimento, a dedicação aos doentes e empobrecidos e o abandono confiante nas mãos de Deus.

Colocar em prática o que a Bíblia propõe é o grande desafio para os cristãos. Mahatma Gandhi, depois de ter lido a Bíblia, desiludiu-se profundamente com os cristãos que levavam uma vida em total desacordo com os ensinamentos de Jesus. Dizia ele: “Não conheço ninguém que tenha feito mais para a humanidade do que Jesus. O problema são vocês, cristãos, que não vivem o que a Bíblia ensina”.

Será que Mahatma Gandhi diria a mesma coisa dos cristãos de hoje? Olhando para a nossa vivência da Palavra, eu e você também estaríamos na lista dos cristãos que desiludiram Gandhi por viver em desacordo com os ensinamentos de Jesus? A Palavra tem encontrado em você um ouvido afinado e um coração aberto?

Realmente a Palavra de Deus é imprescindível à nossa caminhada cristã. Por isso, o nosso dia deveria sempre começar com a leitura da Palavra. A tradição da Igreja nos coloca os salmos para a oração da Liturgia das Horas. É, pois, importante que iniciemos cada dia com a LEITURA ORANTE da Palavra de Deus, algo que vai proteger o nosso coração durante o dia, como Maria, que mantinha tudo no seu coração.

A melhor estratégia é armazenar a Palavra logo de manhã para irmos “ruminando-a” durante todo o dia. No final do mergulho na meditação, iniciamos um novo dia com todos os afazeres, desafios, alegrias, surpresas e problemas que ele traz, mas no coração temos uma Palavra, ou pelo menos um de seus versos, algo recebido e acolhido a partir da leitura na oração.

Eis um jeito concreto e simples de colocar em prática o nosso lema das Santas Missões Populares: “Deixemo-nos guiar pela Luz do Senhor”.

Que o mês da Bíblia possa nos ajudar cada vez mais colocar a Palavra de Deus como centro de nossa ação evangelizadora, luz e força em nossas vidas, para as nossas famílias e comunidades.

A exemplo de Maria Santíssima, esforcemo-nos para viver a plena obediência da fé em sintonia com a Palavra de Deus. Pois, escutando a Palavra com o ouvido do coração, cresceremos na fé, na esperança e na caridade.

Dom Odelir José, mccj

Veja também

Transferências dos padres diocesanos para 201830/01 “A transferência não é uma promoção, muito menos uma punição, é uma necessidade da Igreja que vive em Estado Permanente de Missão”, salientou o bispo diocesano, dom Odelir José Magri- mccj, na carta de divulgação das transferências dos padres diocesanos para este ano. Confira abaixo a lista completa: - Pe.......
Inicia rodada de visitas às Regiões Pastorais22/02Diocese Na última terça-feira, 20 de fevereiro, a equipe do secretariado diocesano iniciou a primeira rodada de visitas às nove Regiões Pastorais da Diocese. Este é um momento de encontro, mas sobretudo de repensar a caminhada da......

Voltar para Notícias